Tag Archive: cometa


Registo do cometa c/2015 V2 Johnson no dia 18/06/17 na constelação de Virgem. Nesse dia o cometa estava com magnitude de 8.35 e a 126,6 milhões de quilômetros da Terra. Foram 14x1minuto de exposição com câmera Canon 600D e Lente Nikon Nikkor 180mm Ed Ai-S. Processamento DSS e PS.

c2015_V2_johnson_14x1min_PS_filtered

Anúncios

F

Cometa Lovejoy

Essa semana de Natal, o cometa c/2011 w3 Lovejoy está dando show no céu. Após sobreviver ao periélio, ele agora é visto no Sudeste com sua longa cauda, no fim da madrugada, por volta das 4h30 até às 5h30. O último grande cometa osbservado foi o McNaught de janeiro de 2007.

Na madrugada do dia 21/12/11 tentei a observação a olho nú e binóculos, porém, em vão. Acordei tarde demais (5h30), e subestimei a posição do cometa, achando que estaria bem a Leste.

Na madrugada do dia 22/12/11 levantei mais cedo e consegui encontrá-lo bem a Sudeste. O problema foi encontrar um local para fotografá-lo. Na frente da minha casa não consegui devido às luzes dos postes bem na direção do cometa. Nos fundos do quintal consegui fotografar parte da cauda. Eis a foto:

30/12/11 – Para ver uma compilação de imagens em forma de vídeo feita com imagens de astronomos amadores e da NASA clique aqui.

Draconídeos tem THZ de 1 ou 2 meteoros por hora, porém os chamados outbursts registrados no século passado chegaram a centenas e até milhares por hora. Draconídeos são restos do cometa 21P/Giacobini-Zinner.
Apesar de alguns picos ocorrerem na noite de hoje e amanhã, os Draconídeos são melhor visíveis pelos observadores do hemisfério norte. Além disso a Lua Crescente vai atrapalhar muito a visão. A não ser que ocorram espetáculos históricos como o de 1933, quando foram registrados 450 meteoros por minuto!

Mesmo com a chance pífia de ver algo, hoje a noite vou arriscar ficar um pouquinho lá fora.

Se alguém quiser arriscar: assim que anoitecer (19h), fique de olho
na região entre as estrelas Vega e Antares (Noroeste). Creio que até
umas 23h30 ou 00h00 vale arriscar.

Hoje tinha programado a observação dos dois cometas do momento: o Elenin e o Garradd. Só que um compromisso de última hora bem no horário errado me impediu de tentar uma observação do Elenin. Fiquei só com o Garrard mesmo.

Local: minha casa – Londrina – PR;
Horário: das 20h50 até às 21h20;
Alvos: Cometa C/2009 P1 Garradd e rapidamente a dupla Albireo.
Equipamentos: binóculo 8×56 e telescópio 12″ GSO, oculares 32mm e 15mm.
Condições de observação: Céu totalmente limpo, seeing regular para bom, Sky Glow muito ruim – moro cerca de 2,5 km de distância do estádio de futebol (Estádio do Café) e quando os holofotes estão ligados a coisa fica feia.

Procedimento: Primeiro passo foi dar uma boa avaliada no Starry Night e buscar por referências. ===acompanhe os números da figura abaixo === (1)Primeiramente, com binóculos, busquei a constelação da Sagitta (a Flecha), localizei suas principais estrelas. (2)Entre elas duas estrelas próximas com magnitudes idênticas. (3)A seguir procurei logo ao lado um pequeno asterismo parecido com uma miniatura da constelação da Lira (também lembra Delphinus ou Golfinho) com estrelas de magnitude entre 6 e 7. (4)A seguir encontrei a estrela 9 Vulpeculae (segundo o Starry Night), e pronto, (5)o cometa estava ali.

Como encontrei o cometa Garrard

Ao binóculos ele era apenas perceptível com visão periférica, muito tênue. A princípio achei que tinha visto uma grande cauda mas depois de várias olhadas conclui que era “imaginação visual”. Ao telescópio ele parece um aglomerado globular distante e facilmente distinguível entre as estrelas da região onde está.

Abaixo print do Starry Night:

Localização do cometa Garradd, obviamente ele não é visível como está no programa Starry Night.

Por fim um passada rápida pela dupla Albireo que estava ali pertinho.