Segunda noite, segundo alvo com a Nikkor 180mm ED: Pleiades (M45), conhecidas popularmente como sete irmãs. As Pleiades é um aglomerado aberto visível a olho nu, localizado na constelação do Touro. É formado por estrelas azuis e quentes e que são relativamente jovens (100 milhões de anos).  O aglomerado está à cerca de 440 anos-luz de distância e atravessa atualmente uma Nebulosa chamada Nebulosa Maia e sabe-se hoje que a formação de M45 não está associada à ela. As nove estrelas mais brilhantes do aglomerado receberam o nome de Atlas e Pleione e suas “sete filhas” ninfas: Alcione, Asterope, Electra, Maia, Mérope, Taigete, Celaeno.

Esse aglomerado é especial pra mim pois lembro de meu pai me mostrando o céu. Esse aglomerado tem um nome próprio pra ele “bombinha”. O porquê eu não sei, talvez por ter um formato parecido com aqueles estalinhos (bombinhas de pólvora embrulhado em papel de seda). Mas suas explicações sobre o céu, mesmo sem conhecimento científico sobre o assunto,  e ainda seus livros de ciências na estante, me despertaram o interesse a ponto de me tornar professor de física e ciências, e ainda astrônomo amador.

Então dedico essa imagem ao meu pai Expedito:

Pleiades (M45) ou "As Sete Irmãs" ou ainda, para meu pai "Bombinha".

Pleiades (M45) ou “As Sete Irmãs” ou ainda, para meu pai “Bombinha”.

 

 

Anúncios