Hoje tinha programado a observação dos dois cometas do momento: o Elenin e o Garradd. Só que um compromisso de última hora bem no horário errado me impediu de tentar uma observação do Elenin. Fiquei só com o Garrard mesmo.

Local: minha casa – Londrina – PR;
Horário: das 20h50 até às 21h20;
Alvos: Cometa C/2009 P1 Garradd e rapidamente a dupla Albireo.
Equipamentos: binóculo 8×56 e telescópio 12″ GSO, oculares 32mm e 15mm.
Condições de observação: Céu totalmente limpo, seeing regular para bom, Sky Glow muito ruim – moro cerca de 2,5 km de distância do estádio de futebol (Estádio do Café) e quando os holofotes estão ligados a coisa fica feia.

Procedimento: Primeiro passo foi dar uma boa avaliada no Starry Night e buscar por referências. ===acompanhe os números da figura abaixo === (1)Primeiramente, com binóculos, busquei a constelação da Sagitta (a Flecha), localizei suas principais estrelas. (2)Entre elas duas estrelas próximas com magnitudes idênticas. (3)A seguir procurei logo ao lado um pequeno asterismo parecido com uma miniatura da constelação da Lira (também lembra Delphinus ou Golfinho) com estrelas de magnitude entre 6 e 7. (4)A seguir encontrei a estrela 9 Vulpeculae (segundo o Starry Night), e pronto, (5)o cometa estava ali.

Como encontrei o cometa Garrard

Ao binóculos ele era apenas perceptível com visão periférica, muito tênue. A princípio achei que tinha visto uma grande cauda mas depois de várias olhadas conclui que era “imaginação visual”. Ao telescópio ele parece um aglomerado globular distante e facilmente distinguível entre as estrelas da região onde está.

Abaixo print do Starry Night:

Localização do cometa Garradd, obviamente ele não é visível como está no programa Starry Night.

Por fim um passada rápida pela dupla Albireo que estava ali pertinho.

Anúncios