Foi com surpresa que li na lista de discussões da Urânia-Br a informação passada pelo Sr. Ricardo Cavallini, de que a brasileira Veronique Koken-Balsa (ou Veronique Balsa Koken) poderá ser a primeira mulher brasileira a ir ao espaço! Imediatamente fui procurar pela informação na internet.

Abaixo tradução de trecho de um texto que está na página da Aurora Aerospace:

“Veronique é a presidente da Aurora Aerospace e uma profissional multicultural com um recorde impressionante em várias carreiras e experiência de viagem que abrange mais de quarenta países.

Ela obteve mestrado em aeronáutica pelo Embry-Riddle University antes de prosseguir com os estudo de Física e Engenharia Mecânica na Universidade de Stanford, o que levou a participar como palestrante sobre buracos negros na 2006 International Space Development Conference. Ela lecionou na NASA e na Civil Air Patrol , e atualmente possui Certificação de Educadora para lecionar Ciência da Terra e do Espaço.

Veronique tem um personalidade dinâmica e está qualificada para explanar sobre questões técnicas de forma agradável e compreensível. Ela fala cinco idiomas.

Ela foi recentemente selecionada com membro da tripulação de astronautas para o programa “Americans in Orbit 50 Years” (www.aio50.org) e pretende ser a primeira astronauta mulher do Brasil.

Além de ser uma mãe dedicada, ela é também fotógrafa, poeta e escritora, esquiadora, velejadora, mergulhadora, motociclista,… atualmente treina na US Coast Guard Auxiliary e é avaliadora de pilotos estudantes de alto desempenho no jato L-39.”

A Aurora Aerospace é uma empresa que faz treinamento de civís para futuras viagens espaciais. Tendo em vista que dentro de alguns anos algumas empresas particulares de voôs espaciais entrarão em ação, todo turista espacial precisará passar por treinamentos antes de sua viagem e a Aurora Aerospace já dá esse suporte.

Veja abaixo o texto do site da empresa:

“Aurora é o único  centro de treinamento de civis  do mundo a oferecer uma ampla  variedade de programas de formação do espaço. Esses programas estão disponíveis ao público em geral pela primeira vez. Você não tem que aderir a NASA ou a viajar para a Rússia para participar de um treinamento de astronautas.

Que tipo de pessoas participam desses treinamentos? O turismo espacial já existe desde 2001 e as viagens espaciais ao público em geral serão lançadas nos próximos anos. Todos os potenciais astronautas terão que passar por treinamento para prepará-los para os rigores de uma viagem espacial. Passarão por uma experiência de formação física e acadêmica, para que possam coompreender e desfrutar com segurança de uma futura viagem espacial. Não só potenciais turistas espaciais treinarão com a gente, alguns,  simplesmente porque gostam do desafio e querem aprender mais. Temos também contratos com empresas que precisam de espaço para treinamento de pilotos e os seus astronautas para seus próprios programas espaciais.

Nosso programa típico é um curso de dois dias intensivos, que inclui treinamentos acadêmicos, físicos e treinamento de vôo. Os candidatos recebem uma triagem médica e certificação de um médico da equipe da Aurora. Este processo não é para tentar desqualificar as pessoas, mas ajudá-los a submeter-se ao treinamento e vôo espacial potencial futuro com segurança e conforto. Nós também podemos acomodar aqueles que desejam fazer apenas uma ou duas atividades.

Ensino acadêmico inclui aspectos fisiológicos das viagens espaciais e suborbitais, a adaptação para ambientes de “alto” g e “Zero G” e instruções pré-vôo.

Na conclusão de seu treinamento, você receberá um certificado de pré-qualificação por vôo espacial  suborbital. Você terá aprendido muito sobre o vôo espacial e sobre os seus limites, e terá provavelmente os melhores momentos que já experimentou. Aurora vai operar um veículo espacial suborbital, nos próximos 2-3 anos, quando eles estiverem disponíveis, então se você optar por voar conosco ou com outra empresa, você estará pronto quando a oportunidade chegar.”


Agora sobre o projeto Americans in Orbit-50 years (AIO-50), numa olhada rápida pelo site do evento, parece que será feita uma recriação de uma clápsula do tipo Gemini, num consórcio entre várias universidades americanas,  o Dr. Howard Chipman (Comandante) e Veronique Koken (co-piloto) foram os primeiros selecionados em 20/03/2008.

Será uma missão do tipo educacional-comemorativo em razão do voô da nave Mercury (Friendship 7) pilotada por John Glenn em 20/02/1962, e também tem o objetivo de ser o maior lançamento espacial de experiências de estudantes de ciência na história. O projeto prevê voôs a cada dois anos, sendo o primeiro, que tem a brasileira como convocada, está previsto para 20 de fevereiro de 2012.

Abaixo um vídeo promocional:

 

Infelizmente não encontrei nenhuma informação sobre sua vida no Brasil, estudos, familiares, etc… se encontrar volto a escrever.

Anúncios