Sexta-feira foi dia de colocar o telescópio no gramado dos fundos de casa e observar o céu. Tempo bom, céu estrelado, deu pra ver vários objetos interessantes: o par M8 e M20, o par M7 e M6, aglomerados abertos e globulares diversos e passear com o telê mirando a faixa da Via-Láctea, localizei com alguma dificuldade o Planeta Anão Ceres, e mais fácil foi encontrar Urano próximo de Júpiter. Nesta noite ainda aconteceu a ocultação de Europa e o trânsito da sombra da Lua Io. Depois de outras tentativas frustadas, desta vez, com mais calma, peguei minha câmera fotográfica, e fiz um filme de júpiter segurando ela com a mão e usando no telescópio a ocular de 6mm. Consegui mirar por alguns segundos, o suficiente para aproveitar alguns frames e empilhá-los usando o programa Registax, e apesar de ainda não saber mecher neste programa muito bem, deu pra obter a imagem a baixo, que é a primeira foto planetária que fiz usando meu GSO 12″. A imagem não mostra a Grande Mancha Vermelha que não estava visível na ocasião. Apesar do improviso considero o resultado satisfatório para uma primeira tentativa.

Anúncios