Ontem, dia 28 de setembro fez exatos 30 anos do início da primeira transmissão da Série Cosmos de Carl Sagan na PBS. Pra quem não conhece, é uma das séries televisivas de divulgação científica mais assistidas do mundo até hoje. Recebeu diversos prêmios, entre eles um Ammy. Com efeitos especiais notáveis, trilha sonora fantástica do artista Vangelis. Ela aborda interdisciplinarmente, além da astronomia, física, biologia, história, ecologia, e até mesmo questões geo-políticas como a Guerra Fria e a ameaça de guerra nuclear.

Dvds da série Cosmos

Carl Sagan se tornaria, depois dessa série, a “cara da astronomia”, e principal divulgador dessa ciência, legado que ainda dura mesmo depois de sua morte em 1996, quando morreu de pneumonia ao lutar contra uma doença rara,  mielodisplasia.

Eu, meus dvds e o livro baseado na série.

Quando criança meu pai me fazia acordar de madrugada para assistir a série que passou se não me engano na globo. Eu devia ter uns 5 ou 6 anos de idade e me lembro bem quando assisti a cena em que Sagan explica o “Paradoxo dos Gêmeos” a respeito da relatividade.

Em 2005, a série foi relançada no Brasil em DVD pela Editora Abril, quando tive a sorte de comprar a coleção toda.

Abaixo um trecho do episódio 2:

Dados da Série:

Gravado entre 1978 e 1979
Número de episódios: 13
Tempo total: 780 minutos
Locais de gravação: 40 locações em 12 países
Custo: 6,3 milhões de dólares
Foi transmitido em mais de 60 países com mais de 500 milhões de telespectadores.

Anúncios