Caramba! Esse cara é "o cara". Veja o que ele andou aprontando…

ele simplesmente fotografou a Lua no exato momento da Lua Nova (12h29 UT), ou seja,
passava pelo mesmo meridiano do Sol, a foto mostra o arco mínimo visto
da Terra da parte iluminada, voltada pra nós neste momento…

O texto na página diz o seguinte…

Esta é a primeira imagem (nunca antes feita) que mostra o minúsculo crescente lunar no momento exato da Lua Nova, em plena luz do dia às UT 12h29min de 14 de abril de 2010. É o crescente mais jovem possível, a idade da Lua (fase) neste instante era exatamente zero. O Norte Celeste está para cima e a seta mostra a direção do Sol. O arco lunar é visível em cerca de 70 ° de sua circunferência. As irregularidades e descontinuidades são causadas pelo relevo na borda do disco lunar (montanhas, crateras).

A partir do local (Montfaucon, França, 44 ° 41’52 "N, 1 ° 34’30" E, 300m de altitude), a separação angular entre a Lua e o Sol era apenas 4,55 ° (nove diâmetros solares). Nesta separação muito pequena, o crescente é extremamente fino (alguns segundos de arco, no máximo) e acima de tudo, ofuscado pelo brilho solar, o céu azul é cerca de 400 vezes mais brilhante que o crescente em infravermelho (e provavelmente mais de 1000 vezes em luz visível). Isso explica porque que nunca foi observado visualmente, ou mesmo fotografado até agora. Para reduzir o brilho, as imagens foram tiradas no infravermelho próximo e uma tela perfurada colocada em frente do telescópio, impede que a luz do sol entre diretamente no telescópio.

incrível!!!!!!!!!!!!

abraços
Newton
Cesar Florencio

Anúncios